Categoria: Hyundai Motorsport


Andrea Adamo assume direção da equipa WRC da Hyundai Motorsport

  • Hyundai Motorsport fez alteração na gestão de topo antes do Campeonato do Mundo de Ralis da FIA de 2019 (WRC);
  • Seis anos depois, a Hyundai Motorsport termina o contrato com o Diretor de Equipa Michel Nandan reconhecendo o seu importante papel no desenvolvimento da Hyundai Motorsport GmbH;
  • Gestor de Customer Racing, Andrea Adamo, torna-se Diretor de Equipa com efeito imediato, liderando todas as atividades relativas ao WRC, para além de continuar a desempenhar as suas funções enquanto gestor de Customer Racing.

 

Hyundai Motorsport anunciou uma alteração na gestão de topo para a próxima época do Campeonato do Mundo de Ralis da FIA de 2019 (WRC), com o Diretor de Equipa Michel Nandan a deixar a empresa após seis anos.

Nandan juntou-se à Hyundai Motorsport GmbH em janeiro de 2013, quando iniciou o seu envolvimento com o WRC. Desde a sua estreia competitiva no Rali de Monte Carlo em 2014, que a equipa acumulou dez vitórias e terminou no pódio por três vezes no Campeonato de Construtores.

A Hyundai Motorsport estende os seus mais sinceros agradecimentos a Michel pela sua significante contribuição para o crescimento e desenvolvimento da equipa ao longo dos últimos seis anos e deseja-lhe o melhor para o futuro.

Com provas dadas enquanto Gestor de Costumer Racing, o italiano Andrea Adamo vai passar a ser o novo Diretor de Equipa, liderando todas as atividades relativas ao WRC, com efeito imediato, para além de continuar a desempenhar as suas funções de Customer Racing.

Hyundai Motorsport reforça a equipa para o WRC de 2019

Hyundai Motorsport reforça a equipa para o WRC

 

  • Hyundai Motorsport anunciou que o espanhol Dani Sordo e o francês Sébastien Loeb irão competir pela equipa no Campeonato Mundial de Ralis da FIA (WRC) de 2019;
  • Loeb, campeão nove vezes do WRC, assinou um contrato de dois anos para disputar seis provas da temporada de 2019 num Hyundai i20 Coupé WRC, com o navegador Daniel Elena;
  • Sordo será piloto da Hyundai Motorsport pela sexta temporada consecutiva e junta-se ao navegador Carlos del Barrio para oito ralis.

 

A Hyundai Motorsport confirmou que Dani Sordo e Sébastien Loeb vão fazer parte da equipa para o Campeonato Mundial de Ralis da FIA (WRC) de 2019, um sinal claro das ambições da equipa com sede em Alzenau.
Loeb, campeão nove vezes, assinou contrato por dois anos com a Hyundai Motorsport e vai competir em seis provas da temporada de 2019 ao volante do Hyundai i20 Coupé WRC com o seu navegador de longa data, Daniel Elena. A sua estreia está marcada para o Rali de Monte Carlo, em janeiro.

O francês registou a sua 79.ª vitória no WRC de forma espetacular no Rali de Espanha, em outubro, o seu primeiro triunfo desde 2013. Loeb terá a sua primeira experiência com o Hyundai i20 Coupé WRC antes do Rali de Monte Carlo, a ronda de abertura da temporada do WRC de 2019.

Sordo, cuja renovação do contrato por um ano marcará a sua sexta temporada consecutiva com a Hyundai Motorsport, vai participar em oito ralis em 2019. O espanhol, juntamente com o navegador Carlos del Barrio, conquistou cinco lugares nas cinco primeiras posições em sete participações este ano, incluindo dois pódios. O programa detalhado para a próxima temporada ainda está a ser definido, mas terá início no Rali do México, em março.

Loeb e Sordo, que foram companheiros de equipa no WRC durante quatro temporadas, de 2007 a 2010, irão juntar-se a Thierry Neuville e Andreas Mikkelsen no elenco de pilotos da equipa para 2019. A Hyundai Motorsport está também em conversações com Hayden Paddon para analisar opções relativamente ao seu envolvimento com a equipa no próximo ano.

Sébastien Loeb afirmou: “É com satisfação que anuncio que, em 2019, eu e o Daniel vamos competir em seis provas do WRC pela Hyundai Motorsport, com estreia no Rali de Monte Carlo. A vitória no Rali de Espanha esta temporada reacendeu o meu desejo de continuar a competir na linha da frente do WRC. Com a Hyundai, teremos um novo desafio pelo qual estou ansioso. Fiquei impressionado com a abordagem da equipa e a sua determinação para vencer. Estão decididamente na luta pelo título esta temporada e sinto que posso dar um contributo importante, com o Thierry, o Andreas e o Dani. O Hyundai i20 Coupé WRC é um vencedor de ralis comprovado e, enquanto dupla, sabemos que ainda podemos competir com os melhores. Por isso, a temporada de 2019 promete ser emocionante!”

Sordo afirmou: “A Hyundai Motorsport tornou-se uma equipa verdadeiramente especial para mim, por isso estou muito satisfeito por continuar a fazer parte dela. Deixámos boas recordações ao longo dos anos e, ao lado do Carlos, sinto que 2018 foi uma das minhas temporadas mais competitivas. Sabemos que podemos ser fortes candidatos à vitória se tudo correr bem do nosso lado. É importante aprendermos com os momentos difíceis para regressarmos mais fortes. É esse o objetivo para 2019. Temos uma equipa fantástica com a chegada do Sébastien. Ele tem uma enorme experiência que será uma mais-valia importantíssima para que toda a equipa siga em frente.”

O Diretor da Equipa, Michel Nandan, afirmou: “O anúncio do Sébastien é extremamente importante para a Hyundai Motorsport e estamos radiantes por ele ter assinado um contrato de dois anos. Ter alguém do seu calibre e com o seu imenso talento mostra que somos um candidato atrativo e competitivo no Campeonato Mundial de Ralis da FIA. O nosso objetivo é vencer o título do WRC. Acreditamos que temos condições para isso, e a nossa composição de duplas para 2019 irá refletir exatamente essa ambição. Estamos também satisfeitos por continuar a contar com o Dani durante mais um ano, prolongando uma relação profissional positiva iniciada em 2014. Com o Thierry e o Andreas já assegurados para a próxima temporada, temos uma combinação de personalidades e um alinhamento complementar entusiasmantes. Ainda estamos a negociar com o Hayden para ver como podemos trabalhar em conjunto em 2019. É um grande talento e um excelente embaixador da Hyundai N, além de estar à frente de vários projetos de desporto motorizado.”

Hyundai Motorsport no Rali da Austrália

Rali da Austrália Hyundai

A Hyundai Motorsport está na luta pela conquista do seu primeiro título no Campeonato Mundial de Ralis da FIA (WRC) no próximo fim-de-semana, no Rali da Austrália, que marca o fecho da temporada de 2018.

O final de uma das temporadas mais disputadas da história recente do WRC vai ser decidido – tanto no campeonato de pilotos, como no de construtores – numa luta a três entre a Hyundai, a Toyota e a M-Sport Ford, e os seus respetivos pilotos, Thierry Neuville, Ott Tanak e Sébastien Ogier.

A Hyundai Motorsport vai colocar três Hyundai i20 Coupe WRC na ronda final da temporada, um evento que a equipa ganhou há doze meses. Neuville e o seu navegador, Nicolas Gilsoul, vão juntar-se à dupla vencedora do ano passado, os noruegueses Andreas Mikkelsen/Anders Jæger, e à dupla Hayden Paddon/Seb Marshall, que regressam este ano, após terem conquistado o terceiro lugar do pódio na Austrália o ano passado.

O confronto final

As pistas na floresta em terra do Rali da Austrália serão um campo de batalha desafiante para todas as duplas participantes, com uma rota que conta com 16 etapas renovadas. No total, as 24 provas cronometradas que vão atingir uma distância de 318,64 km, não dando grandes oportunidades de descanso ao longo dos três dias da competição.

As novas etapas são compostas por estradas que nunca fizeram parte da rota, mas também por troços de antigas etapas, de que é exemplo o desafiante teste de Nambucca. O espetáculo também foi melhorado com dois saltos e uma passagem por água na Especial da Destination New South Wales, nas noites de sexta e de sábado, além de um salto mais alto e mais longo na Power Stage Wedding Bells, um dos pontos altos deste rali.

O Diretor da Equipa, Michel Nandan, comentou: “O final desta temporada promete! Após 12 rondas competitivas de ação na terra e no asfalto, nas mais variadas condições e países por todo o mundo, vamos para a Austrália com ambos os títulos ainda em aberto. Por um lado, temos noção que temos andado a deixar escapar os títulos nos ralis mais recentes, mas, por outro, continuamos determinados em conquistar o primeiro título de sempre do WRC para a Hyundai. É claro que não vai ser fácil. Todos os construtores vão tentar atingir a vitória e procurar terminar a temporada com nota positiva, portanto a batalha deverá ser feroz – provavelmente a melhor forma de terminar aquela que tem sido uma temporada verdadeiramente fascinante. Que ganhe a melhor equipa e a melhor dupla!”

Resumo do Rali

  • 24 etapas percorridas em três dias e uma distância total de 318,64 km em todas as etapas;
  • Pistas poeirentas na floresta, no mato perto de Coffs Harbour, onde se encontra a estação de serviço do rali;
  • Os testes renovados em 2018 apresentarão um novo desafio para todas as duplas;
  • Etapas Super Especiais ao longo do porto em asfalto, concebidas para proporcionar vistas espetaculares aos fãs;
  • Este rali será o ponto final de uma das mais competitivas e imprevisíveis temporadas da história recente do WRC.

Hyundai Motorsport no Rali de Espanha

Hyundai Motorsport no Rali de Espanha

Após o entusiasmante Rali de Espanha ter trazido outra reviravolta aos resultados, o final da temporada, que terá lugar na Austrália em meados de novembro, será decisivo para a luta pelos títulos dos campeonatos de pilotos e de construtores do WRC 2018.

A Hyundai Motorsport concluiu o desafiante rali espanhol garantindo o quarto e quinto lugares, depois de um evento dramático ter impedido a equipa de conquistar um lugar no pódio. Thierry Neuville terminou a apenas 0,5 segundos do terceiro classificado, depois de a sua jante direita traseira se ter partido na Power Stage.

Dani Sordo terminou em quinto, ajudando a equipa a aproximar-se dos rivais na luta empolgante pelo título do campeonato de construtores. A Hyundai Motorsport está agora a apenas 12 pontos do líder, mas apenas com 13 pontos de avanço face à M-Sport Ford. Isto significa que a batalha se irá manter até ao último minuto na Austrália.

Neuville foi obrigado a ceder a posição de liderança da classificação de pilotos a Sébastien Ogier, ficando a apenas três pontos do primeiro lugar à medida que se aproxima o final da temporada. Com 23 pontos de vantagem face a Ott Tanak, a luta pelo título vai continuar a ser disputada a três.

Luta até ao fim

O itinerário de domingo proporcionou um último dia entusiasmante e repleto de ação, com quatro etapas disputadas ao longo de 61,70 km. Um circuito repetido dos trajetos Riudecanyes de 16,35 km e Santa Marina de 14,50 km, separados por uma pausa para manutenção a meio da manhã, ofereceu muitas oportunidades e drama.

As duplas da Hyundai Motorsport mostraram o seu espírito lutador ao estabelecerem tempos competitivos ao longo da manhã – o herói nacional espanhol, Sordo, esteve determinado a manter-se na luta pelo pódio e Neuville fez tudo o que esteve ao seu alcance para defender a sua posição de liderança no campeonato.

A chuva durante a noite trouxe uma seleção crítica de pneus num primeiro momento, pelo que a Hyundai Motorsport optou pelas opções mais seguras de compostos macios. No entanto, em etapas cada vez mais secas, o circuito repetido levou a uma escolha mais simples. A corrida pela vitória deu-se até ao último minuto, na Power Stage de Santa Marina, com um duelo intenso entre Sébastien Loeb e Sébastien Ogier.

Após as suas três duplas terem vencido um total de quatro etapas durante o fim de semana, o Hyundai i20 Coupé WRC da Hyundai Motorsport conseguiu demonstrar a sua performance competitiva tanto na terra como no asfalto. Todas as atenções se vão virar para a última etapa da temporada, o Rali da Austrália, que, no ano passado, teve Thierry Neuville como vencedor, com a Hyundai Motorsport a conquistar os três pódios.

Ainda estamos em jogo

  • Campeonatos só ficarão decididos depois da Power Stage na Austrália;
  • Vitórias por parte das três duplas demonstram potencial do i20 Coupé WRC em Espanha.

O Diretor da Equipa, Michel Nandan, comentou: “Foi um rali muito intenso e altamente competitivo para todos os construtores e para a maioria das duplas. A dificuldade foi incrível e os resultados finais só ficaram decididos na Power Stage, o que proporcionou um final entusiasmante para os fãs. Claro que estamos desapontados por causa da jante partida do Thierry que o impediu de conquistar um pódio. Teria sido um regresso fenomenal depois das dificuldades por que passou na sexta-feira, mas estas coisas acontecem. Temos visto uma mudança no campeonato de pilotos, com o Sébastien na posição de liderança, mas pelo menos isso significa que não será o Thierry a abrir a estrada na Austrália. O Dani acabou em quinto e assim conseguimos diminuir os pontos que nos separam da Toyota no campeonato de construtores. Isto veio confirmar aquilo de que sempre se desconfiou: a competição só ficará decidida na última etapa da temporada. Não se preocupem, vamos dar tudo por tudo!”

Confronto final

  • Campeonato Mundial de Ralis da FIA (WRC) 2018 vai chegar ao fim com o Rali da Austrália, de 15 a 18 de novembro;
  • Evento final em piso de terra vai ser decisivo para os campeonatos de pilotos e de construtores numa das temporadas WRC mais renhidas dos últimos anos.

Novo Hyundai i30 Fastback N quer bater recorde de Roma a Paris

Gabriele Tarquini e Thierry Neuville vão competir para conquistar um recorde mundial.

Novo Hyundai i30 Fastback N

 

  • Design elegante e sofisticado do Novo i30 Fastback N será revelado dia 26 de setembro, numa road trip entre Roma e Paris;
  • Primeiro coupé de cinco portas da Hyundai será testado ao limite para estabelecer um novo recorde;
  • Novo i30 Fastback N, segundo da submarca N da Hyundai, pretende proporcionar o maior prazer de condução, tal como o aclamado i30 N de cinco portas.

 

Novo i30 Fastback N será revelado dia 26 de setembro, antes da sua apresentação oficial no Salão de Paris. A performance do primeiro coupé de cinco portas da Hyundai no segmento C, será demonstrada pelos pilotos profissionais da Hyundai Motorsport Gabriele Tarquini e Thierry Neuville, que vão competir numa road trip de Roma a Paris, para estabelecer um novo recorde.

O Novo i30 Fastback N inclui as características distintivas do i30 N de cinco portas, integradas no estilo único de carroçaria coupé. Com o seu potente sistema de transmissão e o chassis concebido com atenção a todos os detalhes, o i30 Fastback N tem tudo para se tornar num dos modelos mais requisitados da gama de alta performance da marca – o segundo da submarca N da Hyundai.

A gama N é o resultado da dedicação da Hyundai ao desporto motorizado, incluindo o Campeonato Mundial de Ralis da FIA (WRC) e o TCR International Series. A letra “N” representa Namyang, o centro global de I&D da Hyundai na Coreia, e também Nürburgring, onde se encontra o centro técnico europeu da Hyundai e onde os modelos N são constantemente desenvolvidos e testados.

Os resultados desta corrida, realizada com objetivo de conquistar um recorde mundial, bem como os detalhes sobre o novo i30 Fastback N, serão revelados a 26 de setembro de 2018.

Veja o teaser neste link.

Thierry Neuville renova contrato por mais três anos

A Hyundai Motorsport e o atual líder do Campeonato Mundial de Ralis da FIA, Thierry Neuville, assinaram novo contrato de três anos, pelo que o piloto belga vai continuar na equipa até ao final da temporada de 2021.

A Hyundai Motorsport reafirma, assim, a sua dedicação ao WRC e a Neuville, que já conquistou inúmeras vitórias memoráveis com a equipa desde 2014. Além disso, também está confirmada a parceria entre Neuville e o seu navegador Nicolas Gilsoul que, nas últimas temporadas, demonstraram ser uma força incrível no WRC.

A caminho do Rali da Turquia, que vai ter lugar este fim de semana, Neuville mantém uma vantagem de 23 pontos no campeonato de pilotos, e está preparado para ajudar a Hyundai Motorsport na sua temporada mais competitiva de sempre no WRC, com a equipa a liderar o campeonato de construtores por 13 pontos.

Thierry feliz com a renovação

Thierry Neuville afirmou: “Estou muito feliz por ter assinado um novo contrato de três anos com a Hyundai Motorsport. Melhorámos muito nas últimas temporadas e sempre tive como objetivo ficar com esta equipa, para dar continuidade à minha carreira. Temos um ambiente familiar fantástico e dou-me muito bem com os meus colegas de equipa. Isso é muito importante para mim. Esperamos continuar a construir um futuro ainda mais promissor com a Hyundai Motorsport.”

O Diretor da Equipa, Michel Nandan, referiu: “É um prazer para nós dar continuidade à nossa relação com o Thierry e com o Nicolas por mais três temporadas. Ambos têm sido importantíssimos na evolução da Hyundai Motorsport no WRC, nos últimos cinco anos, ajudando-nos a alcançar várias conquistas importantes, desde a vitória na Alemanha em 2014 até à atual luta pela vitória no campeonato. O Thierry e o Nicolas provaram ser excelentes embaixadores da Hyundai no palco global do desporto motorizado, e são muito respeitados – dentro e fora da equipa. Estamos muito satisfeitos por continuar a trabalhar com eles nos próximos anos”.

Hyundai no Rali da Turquia

Hyundai no Rali da Turquia

A Hyundai Motorsport avança esta semana para novo território, na 10ª prova da temporada de 2018 do Campeonato do Mundo de Ralis FIA (WRC). Este evento vai decorrer ao longo das estradas de terra da Turquia pela primeira vez desde 2010.

A Turquia pode ser considera a “casa” do i20, que é produzido na fábrica Hyundai Assan Izmit, perto de Istambul. Estas instalações, que têm uma capacidade máxima anual de produção de 245.000 unidades, fabricam atualmente os modelos i10 e i20 e servem como porta de entrada para a Europa, a par da fábrica da República Checa.

A Hyundai Motorsport vai competir com três carros neste evento inaugural na Turquia com Andreas Mikkelsen/Anders Jæger (#4), os líderes do campeonato, Thierry Neuville/Nicolas Gilsoul (#5) e Hayden Paddon/Seb Marshall (#6) nos respetivos carros Hyundai i20 Coupe de WRC.

Hyundai mantém vantagem na prova

A quarto eventos do final da temporada, a Hyundai Motorsport mantém uma curta vantagem de 13 pontos no Campeonato de Construtores. Neuville encontra-se no topo da tabela dos pilotos com uma vantagem de 23 pontos em relação a Sébastien Ogier, com Ott Tanak na conquista pelo terceiro lugar. Isto significa que o Belga vai ter a honra – e a provável desvantagem – de ser o primeiro em estrada neste novo Rali da Turquia.

O diretor de equipa Michel Nandan comentou: “Já se passou bastante tempo desde a última vez que visitamos a Turquia, por isso estamos ansiosos por descobrir o que esta tem para oferecer. Só vamos descobrir ao certo que desafios nos esperam, quando entrar em prova. Os regulamentos impediram-nos de testar no terreno com antecedência, mas todas as equipas tiveram a possibilidade de se preparar no Sul da França. Dado que este é um rali totalmente novo, penso que todas as equipas estão em pé de igualdade. As equipas vão estar em constante ajuste e aperfeiçoamento das configurações dos seus carros, enquanto as duplas vão ter a árdua tarefa de criar e melhorar o seu ritmo para cada uma das 17 etapas. Vamos competir neste rali uma etapa após a outra; a batalha até à vitória vai decidir a direção do desfecho.”