Hyundai revela tecnologia de carregamento solar para os veículos ecológicos do futuro

Hyundai revela tecnologia de carregamento solar para os veículos ecológicos do futuro

 

  • Sistema ecológico de carregamento solar carrega a bateria de um veículo através de painéis solares no
    tejadilho ou na carroçaria, melhorando a quilometragem e reduzindo as emissões de CO2;
  • Tejadilho solar transparente é a primeira tecnologia do mundo para automóveis com motor de combustão
    interna.

A Hyundai anunciou planos para introduzir a tecnologia de carregamento solar em veículos selecionados da marca. Os painéis solares geradores de eletricidade serão incorporados no tejadilho ou no capô de veículos de combustão interna, híbridos e elétricos, para os complementar com energia elétrica adicional, aumentando a eficiência de combustível e a autonomia.

A tecnologia de carregamento solar está a ser desenvolvida para complementar a principal fonte de energia do automóvel, melhorando a quilometragem e reduzindo as emissões de CO2. Esta tecnologia permite carregar baterias de veículos não apenas ecológicos, incluindo veículos elétricos e híbridos, mas também de veículos com motor de combustão interna (MCI), melhorando assim a sua eficiência ao nível do combustível.

A Hyundai está a desenvolver três tipos de sistemas de carregamento solar no tejadilho: o sistema de tejadilho solar de silício de primeira geração, o sistema de tejadilho solar semitransparente de segunda geração e o carregador solar leve de terceira geração na carroçaria do automóvel.

O sistema de tejadilho solar de primeira geração, que será aplicado em modelos híbridos, inclui uma estrutura de painéis solares de silício produzidos em massa e montados num tejadilho comum. Este sistema é capaz de carregar 30 a 60% da bateria por dia, dependendo das condições climatéricas e ambientais.

O sistema de tejadilho solar semitransparente de segunda geração será aplicado, pela primeira vez no mundo, em automóveis com motores de combustão interna. Ao contrário do sistema de primeira geração, o sistema de segunda geração oferece opções com painéis transmissivos, satisfazendo também os consumidores que desejam uma sensação de liberdade. Os painéis solares semitransparentes são aplicados num teto panorâmico, mantendo a transparência durante o carregamento da bateria de um veículo elétrico
ou de uma bateria adicional montada num veículo com motor de combustão interna.

A aplicação de sistemas de carregamento solar em veículos com motores de combustão interna contribuirá para o aumento das exportações de automóveis pois permitirá o cumprimento das leis ambientais que regulam as emissões de CO2 à escala global.

O sistema de carregamento solar leve de terceira geração, atualmente na fase de estudo piloto para aplicação em modelos de veículos ecológicos, inclui uma estrutura que sobrepõe painéis solares no capot en o tejadilho, combinados de forma a maximizar a produção de energia.

O sistema de carregamento solar é composto por um painel solar, um regulador e uma bateria. A eletricidade é produzida quando a energia do sol entra em contato com a superfície do painel solar, a qual converte os fotões da luz do sol em pares de eletrões-furos em células de silício para gerar energia solar.

A instalação de um painel solar de 100 W significa que uma unidade padronizada de 1 sol (meio dia de verão, intensidade de radiação de 1000 W/㎡), produz 100 Wh de energia. A transformação da fonte ocorre no regulador de carregamento, MPPT (Maximum Power Point Tracking), que controla a tensão e a corrente para aumentar a eficiência da eletricidade gerada no painel solar.

A eletricidade deste processo é transformada pelo regulador em tensão padrão e posteriormente armazenada na bateria ou utilizada para diminuir as cargas do gerador de corrente alternada (CA) do veículo. No desenvolvimento do sistema de carregamento solar a Hyundai teve em consideração não só a eficiência, mas também o design.

“No futuro, os veículos estarão equipados com vários tipos de tecnologias geradores de eletricidade, incluindo o sistema de carregamento solar. Isto permitirá evoluir de um dispositivo passivo, que consome energia, para uma solução que gera ativamente energia,” afirmou Jeong-Gil Park, Vice-Presidente Executivo da Divisão de Projeto de Engenharia da Hyundai Motor Group, que desenvolveu esta tecnologia. “O paradigma do proprietário do veículo vai-se alterar, o consumidor vai, então, passar a ser também “produtor” de energia.”

A Hyundai vai lançar a primeira geração desta tecnologia nos seus veículos a partir de 2019 com o objetivo de contribuir para o cumprimento das metas dos regulamentos globais e o melhoramento da eficiência de combustível dos automóveis.