Team Hyundai Portugal defende liderança do CPR no Rali de Castelo Branco

 

  • Armindo Araújo e Luís Ramalho partem para o Rali de Castelo Branco, no próximo fim de semana, como líderes do Campeonato de Portugal de Ralis;
  • Será a estreia do piloto do Team Hyundai Portugal no asfalto albicastrense;
  • Vitórias em Mortágua, Rali de Portugal e Marinha Grande mostraram competitividade do Hyundai i20 R5 em qualquer tipo de piso.

 

Após três vitórias consecutivas no CPR e com a rapidez demonstrada tanto em pisos de terra como em asfalto, Armindo Araújo e o navegador Luís Ramalho querem levar o Hyundai i20 R5 a novo resultado de relevo no próximo fim de semana, desta feita no Rali de Castelo Branco, palco da sexta ronda da temporada.

A prova da Escuderia Castelo Branco marca a estreia de Armindo Araújo nos troços de asfalto da região, embora o bicampeão do Mundo de Produção e tetracampeão nacional esteja motivado pelo excelente momento de forma que garantiu vitórias para o CPR no Rali de Mortágua, Rali de Portugal e Rali Vidreiro – Centro de Portugal.

“Nunca disputei este rali, mas a vitória na Marinha Grande confirmou que o Hyundai i20 R5 tem um grande potencial também no asfalto”, referiu Armindo Araújo, que lidera o CPR com um total de 92,79 pontos acumulados nos quatro ralis que disputou até ao momento. “Vamos para Castelo Branco com a motivação em alta e com a ambição de voltar a lutar pelo primeiro lugar. O objetivo principal é reforçarmos o comando do campeonato, pois sabemos que a consistência é fundamental para conquistarmos o nosso grande objetivo, que é o título”, apontou o piloto de Santo Tirso.

Armindo Araújo também fez questão de deixar uma palavra de apoio ao seu companheiro de equipa Carlos Vieira, que, segundo as informações mais recentes, continua a evoluir positivamente do acidente sofrido na Marinha Grande: “Espero que o Carlos recupere rapidamente.”

O Rali de Castelo Branco começa este sábado (30 de junho) e o primeiro dia de prova inclui duas passagens pela classificativa de Bafareira (17,32 kms), uma passagem pela classificativa de Grade (11,87) e uma Super Especial citadina (2,32 kms). No domingo (1 de julho), os concorrentes terão pela frente duplas passagens pelos troços de São Domingos (9,12 kms), Fonte Longa (14,23 kms) e Alvito (17.63 kms), perfazendo o total de 130,79 quilómetros cronometrados.