Hundai Motorsport no Rali da Sardenha – Antevisão

 

  • A Hyundai Motorsport ambiciona um lugar no pódio pela quarta vez consecutiva no Rali da Sardenha, em Itália, no próximo fim de semana, o sétimo evento do Campeonato do Mundo de Ralis FIA 2018 (WRC);
  • A equipa vai ter três carros Hyundai i20 Coupé a participar na competição com Andreas Mikkelsen, Thierry Neuville e Hayden Paddon;
  • Depois da vitória em Portugal, a Hyundai Motorsport lidera o Campeonato dos Construtores por 13 pontos, com Neuville no topo da tabela dos Pilotos com 19 pontos de vantagem.

 

A Hyundai Motorsport avança para o Rali da Sardenha, o sétimo evento do Campeonato do Mundo de Ralis FIA 2018 (WRC), a liderar na classificação do campeonato de Pilotos e Construtores depois da dura vitória conquistada em Portugal.

Depois de três ralis de terra – México, Argentina e Portugal – a competição do WRC avança para o quarto rali, agora, na ilha do Mediterrâneo da Sardenha, onde a Hyundai Motorsport já viveu múltiplos sucessos em temporadas anteriores: duplo pódio em 2015, vitória em 2016 e terceiro lugar em 2017.

Este rali, composto por 20 etapas, é um dos mais curtos da temporada, com apenas 313km. No entanto, o evento baseado em Alghero inclui vários percursos espetaculares em terra, que se desenrolam com um pano de fundo de paisagens deslumbrantes à beira mar e elevadas temperaturas, o que aumenta o stress e a pressão, tanto para as duplas, como para os carros.

A Hyundai Motorsport entra no Rali da Sardenha com três carros. Andreas Mikkelsen/Anders Jæger, Thierry Neuville/Nicolas Gilsoul e Hayden Paddon/Seb Marshall vão competir nos carros #4, #5 e #6, respetivamente.

Enquanto líder do campeonato, Neuville vai ter a honra e o desafio de ser o primeiro em estrada nos dias de abertura. Depois de um fim-de-semana difícil em Portugal, Mikkelsen e Paddon estão ansiosos por retomar a competição.
A equipa testou os seus Hyundai i20 Coupé WRC em Sardenha depois do Rali da Argentina, no início de maio, para preparar o evento que terá lugar no próximo fim de semana.

O diretor da equipa, Michel Nandan comentou: “Conseguimos competir a um elevado nível em Portugal com toda a nossa equipa, demonstramos a incrível performance do nosso Hyundai i20 Coupé WRC e as competências que nos garantiram a vitória. Não foi um fim de semana fácil, mas saímos vitoriosos na liderança de ambos os campeonatos. O nosso objetivo para Sardenha é melhorar a nossa performance, mas sabemos que este vai ser outro fim de semana duro. O Thierry será o primeiro em estrada, o que lhe dá uma imediata desvantagem, mas esperamos que ele consiga tirar o melhor partido da situação. Depois de um fim de semana frustrante em Portugal, esperamos que Andreas e Hayden consigam voltar ao ritmo rapidamente e lutem pela liderança. O nosso carro provou ser forte na terra e tivemos muito sucesso na Sardenha anteriormente, assim, o nosso objetivo é manter a liderança com larga vantagem ao longo do campeonato.

 

Notas da dupla: Mikkelsen/Jæger (#4 Hyundai i20 Coupé WRC)

  • Terceiro lugar na Suécia mantém-se o melhor resultado da dupla Norueguesa até à data;
  • Sexto lugar no Campeonato dos Construtores.

Mikkelsen disse: “O Rali da Sardenha é um evento muito quente, a temperatura elevada exige um grau de concentração muito alto; há várias pedras salientes ao longo dos troços que podem causar furos ou danos nos carros. Também é necessário um carro estável porque as etapas são bastante estreitas e acidentadas, o que facilita os acidentes. Melhoramos o carro na terra, o que me transmitiu um sentimento de confiança, senti-me realmente confortável durante o Rali de Portugal. Este é um sinal positivo para Sardenha onde o nosso objetivo é somar alguns pontos e melhorar a nossa posição no Campeonato de Pilotos. Ao mesmo tempo queremos ajudar a equipa a aumentar a vantagem na liderança do Campeonato dos Construtores. Não vai ser fácil para nós a nível físico ou psicológico, tal como não vai ser fácil para o carro e pneus, mas estamos prontos.”

 

Notas da dupla: Neuville/Gilsoul (#5 Hyundai i20 Coupé WRC)

  • O líder da tabela no Campeonato dos Pilotos depois da vitória em Portugal;
  • Vencedor do Rali de Sardenha em 2016; três pódios consecutivos de 2015 a 2017.

Neuville comentou: “Portugal foi o fim de semana quase perfeito para nós, conseguimos 29 dos 30 pontos possíveis. Passamos agora para Sardenha, um dos eventos mais técnicos do calendário, a liderar o Campeonato. Os troços são bastante estreitos e tornam-se muito duros na segunda passagem. O nível de aderência é bastante alto no loop de repetição, mas falta-nos tração na primeira passagem. As condições são complicadas, mas as etapas adaptam-se perfeitamente ao meu ritmo e estilo de condução. Consigo ser bastante preciso e já fui bem-sucedido na Sardenha, no passado, várias vezes.”

 

Notas da dupla: Paddon/Marshall (#6 Hyundai i20 Coupé WRC)

  • Venceu várias etapas e esteve na liderança do Rali de Portugal duas vezes antes de se ver forçado a abandonar a competição;
  • Terminou o Rali da Sardenha em 2015 no pódio e em 2017 esteve na liderança maior parte do rali.

Paddon disse: “Antes de mais, sinto-me em forma para competir depois do incidente em Portugal e estou pronto para voltar ao trabalho. Assim, podemos mostrar um nível de performance competitivo, vencer etapas e lutar pela liderança. O Rali da Sardenha é certamente um dos pontos altos do ano, localizado no Mediterrânio com condições meteorológicas muito favoráveis, contando com dias de sol e temperaturas quentes. As etapas são bastante sinuosas e desafiadoras. É um rali de que gosto muito e do qual tenho boas memórias. Alcancei o meu primeiro pódio lá em 2015 e liderei o rali em 2017. Gostaria de acabar tal como começamos o ano passado.”

 

Sardenha
Com mais de 313.46 quilómetros, percorridos ao longo de 20 etapas, a ação do Rali da Sardenha tem inicio amanhã à noite, com a Ittiri Arena Show. Sexta-feira repete-se o loop de quatro etapas, Tula, Castelsardo, Tergu-Osilo, Monte Baranta.

Sábado será o dia mais longo da competição, com 3 etapas de manhã (Coiluna-Loelle, Monti di Ala, Monte Lerno), que se repetem da parte da tarde, separadas por uma pequena etapa de Citta di Ittiri, com apenas 1.4km.

O icónico salto de Micky no Monte Lerno será um dos pontos altos do Rali que termina no domingo com duas passagens pelas etapas costeiras de Cala Flumini e Sassari-Argentiera, onde a última de cada será a Power Stage.

O painel de experts elogiou a performance impressionante do modelo, puro prazer e diversão na condução a um preço competitivo. O Hyundai i30 N foi elogiado pela sua polivalência, especialmente dado o seu status enquanto primeira entrada da marca no segmento altamente competitivo.

“O impacto do i30 N tem sido notável, este automóvel de performance é o mais cotado entre as marcas rivais estabelecidas”, referiu Mark Tisshaw, Editor da Autocar. “Este modelo demonstra uma performance, intenção e usabilidade altamente impressionantes a um custo acessível, o que lhe confere o status de “game-changer”. Foi uma primeira tentativa corajosa, envolvente e entusiasmante de um hatch.”

Motorizações poderosas
O i30 N é alimentado por um motor turbo 2.0l disponível em duas diferentes potências: o pacote standard com 250 CV e com uma versão performance com 275 CV. Torque vectoring by braking is standard, while the 275 CV version has an Electronic Limited Slip Differential (e-LSD), larger brake discs, and an active variable exhaust system.

“Ser reconhecido como “game changer” pela Autocar, um pilar da indústria automóvel, é uma grande conquista” disse Andreas-Christoph Hofmann, Vice Presidente de Marketing & Produto na Hyundai Motor Europe. Este prémio é a prova de que fomos bem-sucedido no objetivo que tínhamos para o i30 N – nomeadamente, entregar aos nossos clientes pura diversão durante a condução a um preço bastante acessível. O facto do i30 N ser mais bem cotado que os seus concorrentes estabelecidos é uma enorme honra para a marca Hyundai.”

 

Sistema de segurança e garantia líderes de classe
O i30 N é abrangido pela garantia de cinco anos com quilómetros ilimitados da Hyundai e pacote de assistência rodoviária. O automóvel está preparado com os mais recentes sistemas de assistência com tecnologia Hyundai SmartSense, incluindo Alerta de Colisão Dianteira (FCWS), Sistema de Manutenção à Faixa de Rodagem e Alerta de Fadiga do Condutor, um sistema que deteta a fadiga no comportamento do condutor.

O prémio “game changer” da Autocar considera automóveis que estabeleceram novos padrões ou desafiaram a convenção e ordem definidas.